segunda-feira, 4 de agosto de 2008

OS SEGREDOS DA ÁREA 51 - PARTE V

Detalhes surpreendentes das imagens da Área 51 obtidas pela TerraServer mostram que a base tem atividades muito mais complexas e intensas do que os ufólogos suspeitavam. À esquerda, uma área para depósito de munições junto à entrada para instalações subterrâneas. À direita, ampliação de alguns pontos da principal pista de pouso e decolagem de Groom Lake, com mais de 9 km de extensão total. Foto Fotos: Terraserver.com


Instalações Subterrâneas

"A liberação de informações sobre as atividades exercidas em Groom Lake seria extremamente prejudicial à segurança nacional", declarou Clinton. Mas isso foi antes da TerraServer vir a público com as fotografias que expõem a realidade existente atrás das montanhas do Deserto do Nevada, entre as quais se aloja a maior e mais complexa unidade militar do mundo. Todos os anos o presidente Clinton assina um novo documento em que dá continuidade ao sigilo sobre a Área 51. Isso só ajuda a fomentar a curiosidade e a indignação popular. Ainda assim, mesmo que muitos ufólogos acreditem que o governo norte-americano tenha acesso à tecnologia extraterrestre, suas opiniões sobre o que ocorre em Dreamland podem ser divergentes. O físico canadense Stanton Friedman, correspondente de UFO no Canadá e um dos maiores especialistas no assunto, garante que a área está sendo usada para o desenvolvimento de uma grande variedade de veículos secretos, "como o U-2, o SR-71, o próprio Stealth e provavelmente o Projeto Aurora". Friedman já esteve no local durante o programa Larry King Live, em outubro de 1994, e disse que "...muitas das instalações da Área 51 são subterrâneas e estão dentro de montanhas. Por isso que os satélites espiões que passam sobre a região nada detectam de significante". Até este momento.

Para Friedman, por serem subterrâneas, as instalações militares de Dreamland estão bem protegidas contra as armas nucleares inimigas, além da curiosidade dos ufólogos. Ele não acredita nas histórias de Bob Lazar: "Lazar mentiu sobre seu passado e até sobre seu currículo profissional e escolar. Por isso é difícil crer que esteja falando a verdade sobre qualquer coisa. Ainda assim, acredito ser possível que veículos alienígenas estejam sendo guardados no subsolo".

Já o ufólogo Kevin Randle, autor de The Truth About the UFO Crash at Roswell, acha que não há grandes mistérios na Área 51. "Penso que a Força Aérea esteja realmente fazendo seus testes de aviões secretos, mas não há nada de extraterrestre nisso". Randle também afirma que as novas imagens da TerraServer não trazem nada inédito. "Não sei o porquê desse alvoroço todo". Opiniões à parte, o importante é que os ufólogos conseguiram depois de anos de insistência provar a existência de uma base tão secreta, através das novas imagens que surgiram na Internet de forma nunca esperada. É claro, não havia expectativa em ver UFOs estacionados nas pistas de decolagem, ou fazendo manobras sobre a torre de controle da Área 51. Mas as imagens mostram que o governo norte-americano tem informações ultra-secretas que deseja manter longe do alcance do público.

Não seria de se surpreender se agora, após o acontecido, Dreamland fosse aberta para alguma rede de televisão norte-americana ou mesmo para o público. Tudo isso faz parte do jogo de desinformação que se exercita para esconder a verdade. Enquanto isso acontecesse, quem sabe o governo dos EUA já não estaria reestruturando a manutenção do sigilo em torno de uma eventual Área 52?


Fonte: Thiago Ticchetti é administrador, membro da Entidade de Estudos Extraterrestres (EBE-ET) e coordenador das representações internacionais de UFO. Seu endereço é: SCLN 408, Bloco A, Apto. 224, 70856-510 Brasília (DF).
Postar um comentário